Número total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de março de 2009

quinta-feira, 26 de março de 2009

terça-feira, 24 de março de 2009

Conversa com alunos


Integrada na Semana da Escola. Sobre o processo de escrita e os meus romances.
(Foto: Acácio Luz)
Posted by Picasa

segunda-feira, 23 de março de 2009

O meu casamento

23 de Março, 35 anos atrás.
Posted by Picasa

domingo, 22 de março de 2009

Os 83 anos do avô Eduardo

A mesa das crianças.
Posted by Picasa

Aniversário do avô Eduardo

Já lá vão 83 anos...
Posted by Picasa

O Miguel

Ao colo da mamã, com a tia Sofia e o tio Nuno - e o TeX.
Posted by Picasa

O Miguel e o avô Zé

E uma das minhas glicínias em flor.
Posted by Picasa

O Miguel e o pai

Para a Ana, que se queixa de falta de fotografias recentes...
Posted by Picasa

terça-feira, 10 de março de 2009

O Afonso e o Tex

video

O TeX ganhou.

Posted by Picasa

A luta continua!

Posted by Picasa

Quem tem mais força?

Posted by Picasa

À conversa

Na próxima quinta-feira, 12 de Março de 2009, a partir das 21H.

António Santana Maia, Manuel Fernando Vicente e eu próprio. Falaremos sobre escrita, com alunos e professores da Universidade Sénior.

ENCOPROF, R. Vasco da Gama, 20, Entroncamento

domingo, 8 de março de 2009

Estágio de Karaté, 6-7/03/09

Tão importante como o treino é o almoço de convívio.
Posted by Picasa

Estágio no Entroncamento

Este fim-de-semana, dirigido pelo mestre Vilaça Pinto (2º, em pé, a partir da esquerda).
Posted by Picasa

segunda-feira, 2 de março de 2009

domingo, 1 de março de 2009

Ferramentas para (a minha) escrita


Parece-me indiscutível que boas ferramentas facilitam a execução do trabalho e contribuem para a sua melhor qualidade. No caso da escrita, as minhas preferidas são:
Dicionário PRO de Língua Portuguesa, Porto Editora (programa informático). Mais flexível que a correspondente versão em papel. Há muitos dicionários, mas quando confronto entradas menos comuns tenho a sensação de que os respectivos verbetes seguem demasiado de perto - e menos bem - o dicionário da Porto Editora.
Dicionário Houaiss, Sinónimos e Antónimos, Círculo de Leitores. Ferramenta fantástica, oferecida pela Cláudia, uma das responsáveis pela versão portuguesa.
FLIP, o corrector da Priberam. Muito bom na correcção ortográfica, menos útil para mim na correcção sintáctica, que, no entanto, sempre faço antes da versão final. E ainda bem que o faço! Infelizmente o FLIP vive em simbiose com o Word (O FLIPED não me satisfaz) e preparar documentos longos no Word é exasperante.
E por falar em processadores de texto, não há como o velho TeX. Faz tudo o que se lhe manda fazer, como se lhe manda fazer, deixando as impressões com aspecto profissional que Word, Openoffice, etc. não conseguem sequer imitar. Uso Lyx, uma interface que torna a escrita sobre TeX muito mais simples que no Word. (No passado, usei também o Winedt, fantástico, mas menos bonito que o Lyx). Problema: uma tradução horrível dos menus (e.g., esqueçer) e a falta de um bom corrector ortográfico, o que me obriga a exportar o documento para o corrigir com o FLIP e depois a voltar ao Lyx. Complicado, trabalhoso, mas funciona.
Como curiosidade, e considerando apenas documentos longos, utilizei:
Tese de mestrado: redigida no Lyx /LaTeX;
Do lacrau e da sua picada: preparado no Winedt e no Word.
Entre Cós e Alpedriz: Winedt /LaTeX;
Escritos em curso: Lyx /LaTex.