Número total de visualizações de página

domingo, 6 de junho de 2010

Zé, simplesmente

Tempos atrás gabava-se mamã galinha:
--- O meu Rui é tão inteligente que até tem Avaliação Extraordinária!
Agora passa a ser assim:
--- O meu Rui é tão, tão inteligente que fez dois anos num!
E se alguém duvidar:
--- Sim, passou directamente do 8º para o 10º!
E o papá: --- É de família. Eu entrei há dois anos para a Universidade, nos mais de 23, já sou doutor e para o ano vou ser mestre.
--- Mas tu mal sabes ler! E escrever, então...
--- Qual quê! Sou é disléxico.
--- Disléxico?
--- Sim. Mas desde que me despenalizaram os erros, é só de dezoito para cima!
--- Dezoito?
--- Para cima. Mas não te admires: na minha universidade (é assim que ele chama à sua ESE) as notas andam todas à roda do vinte. Os stores são cinco estrelas!
--- Granda Sócrates!
--- Podes crer. Graças a ele, deixámos de ser o país mais desclassificado da Europa.
--- E Pisa?
--- Aquela torre quase a cair?
Não, a da avaliação, a do relatório...
--- Ah, essa mafiagem, que punha os nossos alunos atrás de todos os outros, até dos pretos! Ainda bem que o governo suspendeu a nossa participação. Só servia para nos baixar a auto-estima.
--- As coisas que tu já aprendeste!
Enfurece-se:
--- O que tu e os outros como tu queriam era serem os únicos doutores. Ainda bem que o 25 de Abril chegou ao ensino!
--- Doutor, eu? Deus me livre. Só Zé, não quero cá misturas.
(Imagem: João Alfaro)

Sem comentários: