Número total de visualizações de página

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Abril

Abril é o meu mês, sete o dia, e ambos me contaminaram ao nascer, fazendo-me incerto como Abril, ora de águas mil, ora primaveril, individualista como o sete, número ímpar, primo, que só por si mesmo ou pela unidade se deixa dividir. Como se não bastasse, Carneiro obstinado e persistente, sempre a cair em barrancos, sempre sem emenda. Enfim, eu.

4 comentários:

Um Jeito Manso disse...

Parabéns! Uma vida longa e feliz!

Reinaldo Amarante disse...

Parabéns e já agora, Boa Páscoa também!

Ana disse...

Adorei o texto!

José Cipriano Catarino disse...

Muito obrigado a todos.