Número total de visualizações de página

terça-feira, 26 de maio de 2015

Incendiários



Como se não soubessem o que mais fazer na vida: é chegar o calor e eles a queimar. Talvez lhes dê mais gozo por saberem que é proibido; talvez se divirtam a fazer-se de sonsos quando advertidos pela polícia. A roupa no estendal tem frequentemente de voltar a ser lavada; não dá para refrescar as casas com a brisa do entardecer, porque eles adoptaram tácticas terroristas para ludibriar as autoridades: queimam um pouco de cada vez, após o pôr-do-sol, quando os helicópteros já não voam. E se bombeiros ou polícia surgirem, já ardeu a fogueira do dia, –  Sr. guarda, estava a assar sardinhas… Não sei se se armam em parvos, se tentam fazer passar por parvos os GNR – mas já lhes ouvi esta desculpa.
A este, que pelo fogo e a partir de finais de Maio limpa o terreno onde deixa crescer alto o mato durante o resto do ano, correu-lhe hoje mal a brincadeira, como a foto evidencia. Veio a polícia, vieram os bombeiros, que as chamas já lhe roçavam a casa. E veio a desculpa costumeira: estava a fazer um grelhado. Veremos se também desta vez pega, como as chamas pegaram no mato.

Sem comentários: