Número total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Karaté toda a vida

Ao avizinhar os sessenta anos, mais de metade dos quais de prática do karaté, e com a paixão pela arte bem viva, impõe-se-me uma reflexão sobre a forma de treinar por forma a poder praticar enquanto a saúde mental e física o permitir.
Não é, porém, esta a perspectiva dominante nos 'dojos', mesmo quando os praticantes já não são jovens e sofrem com as mazelas da idade e da prática. Os mais velhos a imitar os mais novos e não o contrário.
O vídeo de baixo afigura-se-me um importante exemplo e contributo para a prática em idade avançada. Nele, Morio Higaonna, nome incontornável no karaté estilo Goju Ryu de Okinawa, com 70 anos, dá informações muito interessantes sobre onde e como treinar, a alimentação, mostra aplicações a dois, orienta a execução dessa kata extraordinária que é Sanchin, base dos estilos Goju Ryu e Uechi Ryu -- e de alguma forma presente no estilo Shotokan, na kata Hangetsu.
Para reflectir.

Sem comentários: