Número total de visualizações de página

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Ivan Sag

Chega-me por mail a notícia da morte de Ivan Sag:
Dear Colleagues,
It is with great sadness that I pass on to you the news that Ivan died yesterday afternoon. He had been very ill for quite some time.
Some months ago there was a workshop in Stanford to celebrate this life in linguistics. At the time he was already very ill, but in spite of this he played a full part in the proceedings, and his intellect and enthusiasm were undiminished.  
He was a great linguist, and a good friend. He will be badly missed.
This is how I will remember him:
http://hpsg.fu-berlin.de/~stefan/Bilder/2009/07/08/ivan-sag/

Best wishes
Doug Arnold
Chair, HPSG Standing Committee

Não o conhecia pessoalmente. Mas foi muito importante para mim, aquando da realização da minha dissertação de mestrado: Ivan Sag foi um dos pais do modelo linguístico em que, por indicação da minha orientadora, enquadrei teoricamente o meu trabalho -- a Head-driven Phrase Structure Grammar (HPSG) .
Recordo os esforços penosos que fiz para tentar entender esse quadro teórico que rompia com o cânone (representado pelos sucessivos modelos generativos apresentados por Noam Chomsky, de quem Sag foi doutorando), demais a mais com toda a bibliografia em Inglês, língua que lia mal. Mas depressa fiquei fascinado pela clareza expositiva e pelo rigor científico de obras como Head-driven Phrase Structure Grammar (Pollard & Sag, 1994), English Relative Clauses (Sag, 1997), Syntactic Theory: a Formal Introduction (Sag & Wasow, draft 1999). E foi profundamente entusiasmado que tentei descrever no quadro teórico da HPSG dependências de longa distância como as que ocorrem nas orações relativas do Português.
Por isso me associo com sentido pesar à homenagem que os seus amigos e colegas lhe prestam.

Sem comentários: