Número total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de maio de 2011

O rei dos porcalhões

É sabido que machos de muitas espécies têm hábitos porcos, repugnantes até. Assim, sem pensar muito, e correndo o risco de errar porque a minha área não é a zoologia, lembro-me dos hipopótamos, que com a cauda espalham aos sete ventos os respectivos excrementos antes que eles tombem por terra. Dos cães, sempre de perna alçada... Pois o quadro não ficaria completo sem uma referência ao rei dos animais, o homo sapiens, campeão dos porcalhões. As senhoras duvidam? Então entrem, como que por engano, nas sanitárias, vulgo casas de banho, masculinas. Não importa se em cafés, transportes, centros comerciais, hospitais. Se possível, numa que seja limpa regularmente. Conseguirão explicar-me o chão coberto de urina, se os homens têm órgão de precisão que acerta onde querem? Não é assombroso que muitos jamais primam o botãozinho do autoclismo para evitar que desapareçam os preciosos vestígios da sua presença?  
Ecce homo.

Sem comentários: